Os painéis solares fotovoltaicos, deveriam ser entendidos como parte integrante e essencial de uma habitação, em vez de um extra. Tal como não consideramos a possibilidade de uma moradia ter, agua e saneamento. Deveria ser igualmente incorporada na construção uma fonte de produção energética, tal com acontece em parte com os colectores de Agua Quente Sanitária Solar.

Os painéis solares fotovoltaicos são constituídos por células fotovoltaicas, ligadas em serie e paralelo, de modo a que no seu conjunto, quando exposto à radiação solar os painéis produzem corrente eletrifica continua.

Existem, vários tipos de painéis solares fotovoltaicos. Podem ser, dependendo do tipo de células mono cristalinos, policristalinos, ou de camada fina.

As condições optimas para a produção de energia solar são os dias pouco nublados e frios, pois à medida que a temperatura aumenta o rendimento diminui.

A produção de eletricidade com painéis solares para autoconsumo, poderá gerar parte das necessidade de consumo da sua habitação, reduzindo assim a necessidade de consumo da energia da rede eletrifica. Os paineis solares fotovoltaicos, são uma tecnologia muito robusta que dispensa praticamente manutenção alem de uma limpeza, que evite a acumulação de sujidade. Alem disso os paineis solares fotovoltaicos, conseguem produzir energia com elevada taxa de rendimento por um período superior a 30 anos. Essa longevidade, permite que a rentabilidade do investimento em paineis solares seja muito boa. Tendo os painéis solares uma longevidade tão grande, é fácil compreender que o investimento deste tipo alem de ter um elevado retorno, é igualmente uma valorização imobiliária.

Uma vez que por vezes, a produção possa ser superior ao consumo, é possível conjugar os painéis solares, com baterias de modo a conseguir uma maior independência energética. Contudo, é conveniente fazer um diagnóstico e uma verificação prévia da rentabilidade do investimento em baterias.